• Ornithos Escola



    bannerobsvirtual

    Câmera ao vivo mostra um alimentador para aves da Mata Atlântica

    LIVE CAM

  • Grupo no Face

    facelogo1

    Ornithos Escola no Facebook
  • Quem está Online

    2 visitantes online agora
    0 visitantes, 2 bots, 0 membros

» O que Observar

Antes de sair:

- Conheça o bioma – Procure se informar sobre as características da região a ser visitada.  Ex. – Variações de altitude, formações vegetais, pontos mais preservados, rios, lagos, etc.

- Conheça a avifauna – Faça uma pesquisa sobre as possíveis espécies que ocorrem na região. Isso ajudará na identificação das espécies que encontrar e facilitará a distinção de espécies semelhantes que ocorrem em diferentes regiões.

 

Em campo:

Como em breve vocês perceberão, algumas espécies são muito semelhantes a outras.  Em alguns casos a semelhança é tão grande que é praticamente impossível distingui-las.

 bentevipMsimilispBentevi (Pitangus sulphuratus) e Bentevizinho-de-penacho-vermelho (Myiozetetes similis)

Assim, a observação detalhada das características de cada ave, é parte fundamental para a correta identificação da espécie.

A avaliação de tamanho e forma da ave contribui para reduzir bastante o número de opções. Comparar com espécies que você já conhece ajuda a fazer uma melhor avaliação do tamanho.

Ex: “do tamanho de um sabiá” ou “menor que um pardal”.

A forma da ave também diz muito a respeito da espécie.

birdshapes

Através da forma de cada ave podemos definir a provável família a qual pertence.

esquemacores

Outro fator determinante para a identificação das aves é a distribuição de cores e a colocação das plumagens.

Para não esquecer estes detalhes utilizamos um bloco de notas com o desenho de uma ave para ser preenchido com as marcações na plumagem e distribuição de cores.

Você pode simplesmente escrever as cores e apontar a distribuição ou, caso tenha lápis de cores a mão, pintar o desenho.

Nos esquemas abaixo estão definidas as divisões das partes de uma ave com seus respectivos nomes técnicos. Clique nas imagens para ampliar.

esquemaaveesquemaave2

 

 

Também é importante anotar todos os detalhes e suas colorações. Ex.:

- Faixa na asa e/ou cauda

- Máscara

- Manchas, pintas, estrias

- Cor do bico, dos pés, do olho

- Forma do bico

O comportamento da ave, o ambiente e a altura da mata onde ela se encontra são outros fatores que auxiliam na identificação de determinadas espécies.

Ex. – pulando de galho em galho, balançando a cauda, pousada imóvel, comendo frutos no topo das árvores, pulando entre raízes e galhos junto ao solo da mata, no campo, no brejo, na floresta.

“As aves são animais bastante ágeis e ativos, o que na maioria dos

casos pode dificultar a observação de todos os detalhes da ave.

Por isso é importante lembrar que a observação deve ser rápida

e precisa. Durante a fração de segundos em que a ave permanece

à frente do observador, o mesmo deve memorizar o máximo de

características a respeito da coloração da plumagem, forma do

bico e tamanho da ave e, só depois abandone a observação para

passar as características memorizadas para caderneta de

campo, preenchendo o desenho com as informações. Feito isso,

caso a ave ainda esteja no local, proceda uma nova observação

e continue coletando outras informações.”

Guia Prático do Observador de Aves – Márcio Amorim Efe

Lembre-se que a gravação da vocalização da ave também será importante para na identificação de espécies que ouvimos mas não vimos. E fundamental na distinção de espécies similares.

 

Identificação:

Após a coleta do maior número de informações possíveis e o preenchimento do desenho, o observador está pronto para tentar identificar a ave.

Para tanto será necessário fazer um comparativo com aves já identificadas.

As ferramentas mais utilizadas para comparação são livros-textos, guias de campo e mais recentemente ferramentas de internet (redes sociais).

helmutsick

Livros-textos especializados contém informações mais completas sobre espécies de determinadas regiões ou grupos de aves. Dedica maior enfase às características, de forma descritiva.

Ex.: Ornitologia Brasileira, de Helmut Sick

O Guia de Campo, ou Guia de Aves, contém as informações básicas sobre as espécies de uma determinada região ou país. Apresenta ilustrações ou fotos de cada espécie, facilitando bastante a comparação.

Ex.: Guia Completo para Identificação das Aves do Brasil – de Rolf Grantsau

rolf1rolf2

 

Para a identificação da espécie, o observador deverá buscar nos livros, a foto, o desenho ou o texto que representa a ave observada. Porém devemos ressaltar que os materiais com ilustração nem sempre representam fielmente as cores vistas na natureza, mas há uma grande preocupação em manter a fidelidade na distribuição das cores e detalhes de cada espécie.

 

A tecnologia também trás ferramentas úteis na identificação de aves. Sites como o Xeno-canto oferecem gravações das vocalizações de praticamente todas as espécies de aves do mundo. O site Wikiaves é uma enciclopédia interativa de aves brasileiras. E nas redes sociais sempre haverá observadores de aves mais experientes dispostos a ajudar.

A identificação das aves através do canto gravado pelos observadores pode ser realizada através comparação com discos e fitas com vozes de aves ou em sites da internet.

A identificação está completa quando o observador consegue descobrir o nome popular e/ou o nome científico da ave observada.

Guia do Observador de Aves:

Counters

Fatbirder's Top 1000 Birding Websites